Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



450ML DE AJUDA

por Os Betolas, em 21.02.14

 

Ontem foi um dia em grande!

Por volta das 16h30 dirigimo-nos à unidade de dadores de sangue do Centro Hospitalar do Porto para cumprir com o nosso dever de cidadãos exemplares. Antes de entrar, não fosse o diabo tecê-las, parámos numa confeitaria ao lado para o café e o bolo de cenoura da praxe. Quinze minutos depois estávamos a fazer a inscrição.

 

Nunca tínhamos encontrado o espaço tão vazio. Éramos os únicos a par com uma outra dadora. É certo que esta não é a altura do dia mais concorrida da unidade, mas fez-nos pensar nas notícias dos últimos dias que dão conta de um decréscimo de dadores.

Depois da inscrição aguardámos uns cinco minutos e fomos chamados. Consulta com o médico de seguida para triagem e... O Tiago está com as tensões mais baixas que o normal, mas suficientes para dispensar 450ml de sangue.

 

Seguimos para a sala dos dadores onde tínhamos as duas enfermeiras de serviço à espera. Duas profissionais excelentes que nos receberam de um jeito caloroso, capaz de amenizar qualquer receio que possamos ter. Mais quinze minutos e o sangue estava todo retirado. Missão cumprida! Ficámos mais um pouco na sala para um período de observação no final da dádiva em as enfermeiras nos davam sumos e se certificavam que nos sentíamos de plena saúde – são mesmo muito atenciosas!

 

À saída, um pequeno lanche à nossa espera. Boa acção feita (não custou mesmo nada), estômago cheio e estávamos prontos. Batiam as 17h30. Uma hora foi o tempo para passarmos por todas as fases, relaxar no final da dádiva e lanchar com muita calma. Portanto, sozinhos ou acompanhados, o que custa dedicarmos uma hora (no máximo!) do nosso dia a ajudar? Pois, nada!

Agora, até daqui a 3 meses!

 

Por Tiago Pinto

Autoria e outros dados (tags, etc)

UM JANTAR CHEIO DE “VIRTUDES”

por Os Betolas, em 09.02.14

O RESTAURANTE

Por ocasião de um aniversário, ontem fui jantar ao Virtudes Restaurante & Wine Bar no Passeio das Virtudes no Porto. Nunca tinha ouvido falar mas bastou entrar, sentar e começar a “picar” para ficar fã.

 

O Virtudes Restaurante & Wine Bar encontra-se no Passeio das Virtudes, num edifício histórico de dois andares, voltado para o rio Douro e com uma vista privilegiada sobre a ponte da Arrábida – se a querem apreciar sugiro que reservem mesa no piso superior.

 

 

 

Cada piso do Virtudes apresenta uma personalidade própria.

No piso inferior é notória a descontracção de uma zona de petiscos e tapas tipicamente portuguesas e de uma discreta zona de bar que destaca , com orgulho, bons vinhos da região. É um open space com espírito jovem que, sendo piso da entrada para o restaurante, faz qualquer cliente sentir-se bem-vindo pela familiaridade e conforto que o lugar apresenta.

 

No piso superior, onde foi o jantar em que estive presente, a sala é mais pequena mas igualmente cativante. Um espaço mais requintado com serviço à carta que vale pelos janelões que “pintam” uma paisagem fantástica.

 

 

 

O JANTAR

Quanto ao jantar em si, começamos por um creme de cenoura para confortar o estômago. Seguimos para umas tapas. Tábua de queijos e enchidos com compotas e molho agridoce, moelas e camarões num molho divinal  - arrisco-me a dizer que foram talvez os melhores que já comi.

Para beber todos escolhemos a sangria da casa que está muito bem e não desaponta qualquer amante de sangria como eu.

 

Partimos depois para o prato principal. Posta à mirandesa com batata a murro e legumes cozidos com molho de azeite e alho. Não sou grande apreciador de posta – o menu de aniversário foi pré-estabelecido – mas a carne estava realmente saborosa.

 

Entretanto a sobremesa foi o bolo de aniversário. Pena não ter conseguido provar nenhuma das sobremesas da casa. É impossível não reparar no excelente buffet de sobremesas que têm ali exposto.

 

O serviço, que para mim é quase tão importante como a carta, é bastante “low-profile”. Atenção e simpatia qb, sem grandes exageros. Para mim, o ideal mas para os mais mimados... (alto lá, nós de mimados só temos mesmo o nome deste blog).

 

Mais uma noite bem passada na companhia de amigos onde até a chuva ajudou e quase não apareceu. Fica a promessa de voltar, desta vez para experimentar  as tapas do piso inferior e claro as sobremesas da casa.

 

Por Tiago Pinto

Autoria e outros dados (tags, etc)

AS NOSSAS JANTARADAS

por Os Betolas, em 07.02.14

Já vos aconteceu acordarem com vontade de reunir o vosso "núcleo duro" de amigos à volta da mesa da vossa casa para uma jantarada com bom vinho e boa conversa e quase nenhum deles estar livre? Pois, hoje aconteceu-nos isso!

 

No nosso "núcleo duro" somos 8. Oito amigos que se conhecem desde sempre, ou quase sempre (sim, porque ao longo do nosso percurso académico fomos adoptando um ou outro que se mantém). Todos os dias, há sempre espaço para um café rápido ou para um Gin depois da meia-noite para "pôr a conversa em dia" ou experimentar um novo espaço da noite da Invicta. Mas hoje, está difícil reunir todos. A Joana está a fazer trabalhos de fotografia numa conferência, a Sofia tem jantar com os colegas do hotel, a Catarina já confirmou presença num jantar de familia, o Ricardo já comprou bilhetes para o cinema. Sobra o André, a Mafalda e nós, os Betolas. Estamos 4 mais a Bimby. Os suficientes para um excelente convívio.

 

Depois de uma reunião decidimos experimentar lasanha na Bimby. Nós, os rapazes, fomos às compras enquanto a Mafalda acabava de se arranjar (tanto tempo...). Entretanto, 45 minutos depois, já estamos em casa a preparar a grande jantarada, como podem ver:

 

 Os ingredientes já temos. Vamos a ver se resulta!

 

 Variedade de manteigas enquanto uns cozinham...

 

O relógio marca as 21h e o André continua à volta da lasanha. Ainda estamos longe de nos sentar para jantar mas qual é a pressa? Há vinho, tapas e tema de conversa. O João, um dos Betolas, decide abrir a garrafa de vinho e começa a servir. O Tiago, outro Betola, junta-se à Mafalda e começam a prepara a mesa. Tudo pronto, a lasanha no forno e nós sentados à mesa a "picar" e a conversar.

 

 

Uma hora e meia depois...a lasanha já no forno. 

 

 

 

Marcam 22h, sentamo-nos e começamos a jantar. Fantástico trabalho da Bimby e do seu ajudante, o André! (André estamos a brincar, claro que aqui o ajudante é a Bimby e não tu...)

A sobremesa chega mais tarde. Leite creme com morangos. "Delícia"!

 

Entretanto, já são 23h30 e saímos de casa. Estamos a ir em direcção ao Casa Agrícola no Porto. A Mariana junta-se a nós. Não temos mesa, encostamo-nos ao balcão e entre Gin's, Guiness e Pedras (para os mais fraquinhos) a noite vai passando! Há dias do caraças...e amigos também!

 

 

 

 

Por Tiago Pinto

Autoria e outros dados (tags, etc)

A RIBEIRA DO PORTO AINDA COM MAIS CHARME

por Os Betolas, em 05.02.14

O Porto hoje está em festa. É inaugurado hoje o Ribeira do Porto Hotel, o novo hotel de charme da Invicta. Situado numa das zonas mais emblemáticas da Invicta - a Praça da Ribeira também conhecida por Praça do Cubo, a nova unidade hoteleira promete trazer ainda mais vida à Ribeira - imaginem só as fantásticas vistas!

 

 

 

O projecto surge da junção de dois velhos edificios e é aposta da Tomaz do Douro com assinatura do arquitecto Ricardo Azevedo. As históricas fachadas dos finais do século XIX foram preservadas e o interior totalmente renovado com quartos totalmente equipados e modernos mas sempre com apontamentos à História da cidade e do próprio Vinho do Porto. Um dos pormenores  que nós por cá apreciamos é o facto dos amenities do hotel estarem a cargo da Saboaria Portugueza, uma marca da Alroma do Porto.

Mas não é só, o Ribeira do Porto Hotel tem também o Tasca Bar, um espaço que se pretender tornar "a típica tasca portuguesa dos anos 30" onde os portuenses serão também convidados a visitar.

 


Para nós, o Ribeira do Porto Hotel, parece-nos o local ideal para surpreenderem as vossas "miudas" na próxima semana. Não acham?

Nós, não vamos perder a oportunidade de passar por lá! Isto promete!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Das Tripas Coração

por Os Betolas, em 01.02.14

Na semana passada fomos experimentar um dos novos restaurantes da cidade do Porto.

O Das Tripas Coração abriu portas numa das zonas mais emblemáticas da Invicta, rodeado pelo Mercado Ferreira Borges e pelo Palácio da Bolsa e com a Ribeira aos pés.

Aqui, cada prato remete-nos para um "pedaço" da história do Porto e do próprio país. Impossível ficar indiferente, também, ao design clean mas ao mesmo tempo acolhedor que em nada se enquadra na envolvente arquitectónica dos edificios da zona. Mas também não precisa. Os pratos falam por si!

 

Mas o que realmente interessa é o que comemos. Claro que fomos para a francesinha. Fantástica. Uma francesinha mais pequena mas com o tamanho ideal, com produtos frescos e um queijo delicioso. E as batatas? Saborosas e a fazer lembrar as batatas da avó! Vale mesmo a pena!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O NOSSO PORTO

16601876_QEy0O

Os Betolas

foto do autor


Estamos a Seguir

Seguimos


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D